Personality Inventory Versão 1.0

Existem inúmeros testes e inventários que se propõem a investigar e avaliar traços de personalidade em geral, eles tomam por base uma das muitas teorias que se sustentam na abordagem com ênfase na estrutura. Pesquisas longitudinais extensivas e transversais entre homens e mulheres em diversos países e etnias têm evidenciado esses cinco grupos básicos de traços de personalidade como sempre presentes (Hutz et al., 1998) e, por isso, optou-se por testes com base nesta teoria para o uso em computadores. Foram escolhidos o Neo-International Personality Item Pool (NEO-IPIP) e o Ten-Item Personality Inventory (TIPI).

O Inventário NEO-IPIP foi utilizado e validado por Johnson (2000b, 2005), As 300 questões do NEO-IPIP são divididas igualmente entre os Cinco Grandes Fatores, e cada um dos Fatores se subdivide em seis facetas. Às afirmativas nos itens do inventário, o sujeito respondente atribui um valor de concordância do quanto elas o representam em uma escala tipo Likert de cinco pontos.

O TIPI é uma inventário bastante resumido, composto por dez itens, também de domínio público. Gosling et al (2003) aplicaram este inventário a estudantes universitários americanos e encontraram uma correlação forte com as escalas no NEO-PI-R. No entanto, os autores alertam que o TIPI é um instrumento de mensuração bastante curto, que deve ser utilizado apenas se a personalidade não for o tópico primário de interesse na pesquisa, já que uma mensuração breve é mais frágil quanto a suas propriedades psicométricas.

Ambos os inventários (NEO-IPIP e TIPI), embora de domínio público, são apresentados em língua inglesa. Para fim de maior usabilidade e abrangência de pesquisa,desenvolveu-se uma versão em português (do Brasil) para os mesmos.

A equipe da professora Maria Augusta S.N. Nunes desenvolveu uma versão brasileira (língua portuguesa do Brasil) dos testes TIPI e NEO-IPIP. A tradução foi realizada pela equipe composta por uma tradutora, Danilo Reinert e Diogo Araújo Sousa. (A versão traduzida dos inventários na integra encontra-se em (Sousa e Nunes, 2011) ou no software desenvolvido por Daniel Moraes apresentado a seguir (Nunes et al, 2010b).

O Personality Inventory PV1.0 (Nunes et al, 2010b) tornou-se uma opção interessante a ser utilizada como ferramenta de entrada de dados explícita para obtenção dos traços de personalidade dos usuários. Este teste possui um feedback positivo em mais de 99% dos casos, como descrito por Johnson (2005).

A equipe propôs uma inovação em termos de interface ao NEO-IPIP e TIPI, oferecendo mais usabilidade ao ambiente proposto originalmente por Johnson e Gosling.

As medições de Personalidade extraídas seguem os padrões propostos por Johnson (2000a). Para que os resultados pudessem ser mantidos em um local seguro e persistente, optou-se por uma aplicação web, com interface web e um banco de dados virtual, localizado em nossos servidores. A interface foi desenvolvida de forma simplificada e objetiva para que os resultados fossem obtidos com eficácia, como apresentado na figura:

figura01

 

Para que a medição de Personalidade seja feita, o usuário precisa criar uma conta e responder pelo menos um dos questionários
disponíveis.

figura02

Após a seleção do inventário o usuário deve responder o questionário como

figura03

Uma vez respondido o questionário do NEO-IPIP, por exemplo, os valores atribuídos a cada uma das questões respondidas são utilizados para calcular o resultado. No cálculo, o resultado é normalizado e é atribuído um valor entre 1-100 para cada um dos itens do Big Five, bem como para as suas facetas. A partir daí o relatório descritivo dos traços de personalidade do usuário é gerado e disponibilizado. Parte do relatório descritivo dos traços de personalidade do usuário, extraído do inventário de Personalidade NEO-IPIP:

figura04


Uma vez visualizado seu prognóstico, o usuário poderá re-visualizar o resultado através da própria aplicação ou exportá-la via PersonalityML.

Clique aqui e vá direto a página do PersonalityInventory.

 

Envolvidos:
Daniel Bastos Moraes
Maria Agusta S. N. Nunes (Orientador)
 

Referências

Gosling, S. D., Rentfrow, P. J., Swann Jr., W. B. A Very Brief Measure Of The Big-Five Persoanlity Domains. Journal Of Research In Personality, 37, 504–528, 2003. 

Hutz, C. S., Nunes, C. H., Silveira, A. D., Serra, J., Anton, M., & Wieczorek, L. S. O Desenvolvimento De Marcadores Para A Avaliação Da Personalidade No Modelo Dos Cinco Grandes Fatores. Psicologia: Reflexão E Crítica, 11(2), 1998.

Johnson, J. A. Ascertaining The Validity Of Individual Protocols From Webbased Personality Inventories. Journal Of Research In Personality, 39(1), 103–129,  2005. 

Johnson, J. A. Predicting Observers Ratings Of The Big Five From The Cpi, Hpi, And Neo-Pi-R: A Comparative Validity Study. European Journal Of Personality, 14, 1–19, 2000a. 

Johnson, J. A. Web-Based Personality Assessment. In 71st Annual Meeting Of The Eastern Psychological Association, Baltimore, Usa, 2000b. Retirado Em Http://Www.Personal.Psu.Edu/ J5j/Vita.Html. 

Nunes, M. A. S. N. ; Moraes, D. ; Reinert, D. . Personality Inventory - Pv 1.0 (Portuguese Version). 2010b. (Registrado No Inpi) (Disponível  em  http://www.personality-research.com/) .